FUTEBOL URUGUAYO:

'' É uma religião nacional. A única que não tem ateu. Somos poucos: 3,5 milhões de uruguayos. É menos gente do que um bairro de São Paulo. É um país minúsculo. Mas todos futebolizados. Temos um dever de gratidão com o futebol. O Uruguay foi colocado no mapa mundial a partir do bicampeonato olímpico de 1924 e 1928, pelo futebol. Ninguém nos conhecia.

O futebol uruguayo é o melhor? Não. No mundo guiado pelas leis do lucro, onde o melhor é quem ganha mais, eu quero ser o pior. Não poderíamos sequer cometer o desagradável pecado da arrogância. Seria ridículo para um país pequeno como o nosso. Não somos importantes, o que é bom. Neste mundo de compra e venda, se você é muito importante vira mercadoria. Está bom assim.

Como explicar Uruguay?.... Somos um pouco inexplicáveis. Aí é que está a graça".

EDUARDO GALEANO - Escritor

quarta-feira

O JOGADOR URUGUAIO RAÚL BENTANCOR FOI JOGADOR DO SPORT CLUBE DO RECIFE




Raúl Higino Bentancor Ferraro (Montevidéu11 de janeiro de 1930 —Montevidéu3 de maio de 2012) foi um futebolista uruguaio que atuava como meia-atacante.
Bentancor foi meia-armador do Sport Club do Recife nas conquistas do Campeonato Pernambucano de 1961 e 1962.
Até hoje é tido como o maior jogador estrangeiro a atuar no Sport e em Pernambuco. Com sua liderança e habilidade dentro de campo, Bentancor criava lindas jogadas e também marcava gols, sendo um jogador de extrema calma e valentia.
É um dos maiores ídolos da torcida Rubro-negra em toda a história.

Títulos

Sport