FUTEBOL URUGUAYO:

'' É uma religião nacional. A única que não tem ateu. Somos poucos: 3,5 milhões de uruguayos. É menos gente do que um bairro de São Paulo. É um país minúsculo. Mas todos futebolizados. Temos um dever de gratidão com o futebol. O Uruguay foi colocado no mapa mundial a partir do bicampeonato olímpico de 1924 e 1928, pelo futebol. Ninguém nos conhecia.

O futebol uruguayo é o melhor? Não. No mundo guiado pelas leis do lucro, onde o melhor é quem ganha mais, eu quero ser o pior. Não poderíamos sequer cometer o desagradável pecado da arrogância. Seria ridículo para um país pequeno como o nosso. Não somos importantes, o que é bom. Neste mundo de compra e venda, se você é muito importante vira mercadoria. Está bom assim.

Como explicar Uruguay?.... Somos um pouco inexplicáveis. Aí é que está a graça".

EDUARDO GALEANO - Escritor

sábado

O TÉCNICO URUGUAIO RICARDO DIEZ FOI TREINADOR DO ATLÉTICO MINEIRO

Ricardo Diéz, nascido Emetério Seledônio Díez (RiveraUruguai27 de abril, de 1900 - Belo Horizonte11 de fevereiro de 1971) foi um treinador de futebol uruguaio que construiu sua carreira no Brasil.
Diéz comandou o Atlético Mineiro em 1950, 1951, 1955, 1956, 1958 e 1959 e ganhou o Campeonato Mineiro dos anos 1949 e 1954, quando ainda era chamado Campeonato Municipal de Futebol de Belo Horizonte. Ao todo, dirigiu o Atlético em 168 jogos.

Quinto treinador com mais jogos pelo Atlético, foi responsável pelo comando do time na vitoriosa excursão à Europa em 1950, quando teve nas mãos um dos maiores times da história do Atlético. Voltou a tempo de dirigir a equipe durante duas conquistas da série do pentacampeonato, em meados da década de 1950.

O TÉCNICO URUGUAYO RICARDO DIEZ FOI CAMPEÃO COM O ATLÉTICO MINEIRO

Em Minas Gerais também dirigiu o América FC (MG) (1946), o EC Siderúrgica (Sabará-MG / 1947), o Cruzeiro EC (1953), o Valeriodoce EC (Ibara-MG / 1962/1963), o Democrata FC (Sete Lagoas-MG / 1965) e o Paraense EC (Pará de Minas- MG).
Já no ano de 1937 ganhou o Campeonato Gaúcho com o Grêmio Foot-Ball Santanense de Santana do Livramento. Repetiu este feito em 1942 com o SC Internacional de Porto Alegre, onde foi o primeiro técnico estrangeiro e revelou o zagueiro Nena.

O TÉCNICO URUGUAYO RICARDO DIEZ FOI CAMPEÃO COM O INTERNACIONAL

Em Pernambuco treinou o Sport Recife (onde descobriu Ademir de Menezes) em 1941, o Náutico Capibaribe em 1957 e o Santa Cruz FC em 1960.

O TÉCNICO URUGUAYO RICARDO DIEZ TREINOU
O SPORT, SANTA CRUZ E NÁUTICO DO RECIFE

Títulos