FUTEBOL URUGUAYO:

'' É uma religião nacional. A única que não tem ateu. Somos poucos: 3,5 milhões de uruguayos. É menos gente do que um bairro de São Paulo. É um país minúsculo. Mas todos futebolizados. Temos um dever de gratidão com o futebol. O Uruguay foi colocado no mapa mundial a partir do bicampeonato olímpico de 1924 e 1928, pelo futebol. Ninguém nos conhecia.

O futebol uruguayo é o melhor? Não. No mundo guiado pelas leis do lucro, onde o melhor é quem ganha mais, eu quero ser o pior. Não poderíamos sequer cometer o desagradável pecado da arrogância. Seria ridículo para um país pequeno como o nosso. Não somos importantes, o que é bom. Neste mundo de compra e venda, se você é muito importante vira mercadoria. Está bom assim.

Como explicar Uruguay?.... Somos um pouco inexplicáveis. Aí é que está a graça".

EDUARDO GALEANO - Escritor

quinta-feira

CRISTIAN RODRÍGUEZ: JUGADOR URUGUAYO ATLÉTICO DE MADRID

Cristian Gabriel Rodríguez Barotti (Juan Lacaze30 de setembro de1985) é um futebolista uruguaio que atua como meia ou ala. Atualmente, está sem clube.
Rodríguez é um jogador polivalente, podendo atuar em várias posições. Ele é mais ofensivo do que defensivo, mas já jogou mais recuado em algumas situações.
Cristian Rodríguez iniciou sua carreira em 2002, no Peñarol. Conquistou o título do Campeonato Uruguaio de 2003 e após destacar-se no time, foi vendido ao Paris Saint-Germain, em 2005. Pelo PSG, ele venceu a Copa da França de 2005–06.
Depois, o jogador foi emprestado ao Benfica na temporada 2007–08, onde apresentou um bom futebol. Em junho de 2008, a equipe portuguesa anunciou o fim das negociações com Cristian, com vista à sua renovação contratual. Dias depois foi confirmado como reforço do Porto, por 7 milhões de euros, com uma duração de contrato de 4 épocas. Com o Porto, ele conquistou dez títulos, saindo do clube em 2012 após não renovar seu contrato.

Seleção Uruguaia

Muito jovem, Cristian Rodríguez foi convocado para defender a Seleção Uruguaia, em 2003, antes mesmo de passar pela seleção sub-20, onde fez parte do time que jogou o Campeonato Sul-Americano de 2005. Pela seleção principal, participou das Copas Américas de 20042007 e 2011, edição em que o Uruguai venceu a competição.